COLUNISTAS
MILLY LACOMBE


XICO SÁ

CLÉO ARAÚJO

NELSON BOTTER JR

TATI BERNARDI


LEO JAIME


ANA REBER

HENRIQUE SZKLO

GIOVANA MADALOSSO

CARLOS CASTELO

BIANCA ROSOLEM

LUSA SILVESTRE

EDSON ARAN

SILVIO PILAU


AQUI VOCÊ TAMBÉM ENCONTRA:

Ailin Aleixo
Antonio Prata
Carol Marçal
Cristiana Soares
Evandro Daolio
Gisela Rao
Marcelino Freire
Rosana Hermann
Paulo Castro

E MAIS:
Alexandre Heredia
Ana Paula Ganzaroli
Analice Alves
Edgar Costa Neto
Felipe Soares Machado
Helena Marcolini
Isadora P. Szklo
Klauss Klein
Lívia Venina
Lu Paiva
Luís Couto
Luis Gonzaga Fragoso
Marcelo Ferrari
Marcelo Sguassábia
Mauro Judice
Ricardo Campos Soares
Ricardo Prado
Thaís SBA
Thaty Hamada



ARQUIVO

01/02/2011 a 28/02/2011
01/12/2010 a 31/12/2010
01/08/2010 a 31/08/2010
01/07/2010 a 31/07/2010
01/06/2010 a 30/06/2010
01/05/2010 a 31/05/2010
01/04/2010 a 30/04/2010
01/03/2010 a 31/03/2010
01/02/2010 a 28/02/2010
01/01/2010 a 31/01/2010
01/12/2009 a 31/12/2009
01/11/2009 a 30/11/2009
01/10/2009 a 31/10/2009
01/09/2009 a 30/09/2009
01/08/2009 a 31/08/2009
01/07/2009 a 31/07/2009
01/06/2009 a 30/06/2009
01/05/2009 a 31/05/2009
01/04/2009 a 30/04/2009
01/03/2009 a 31/03/2009
01/02/2009 a 28/02/2009
01/01/2009 a 31/01/2009
01/12/2008 a 31/12/2008
01/11/2008 a 30/11/2008
01/10/2008 a 31/10/2008
01/09/2008 a 30/09/2008
01/08/2008 a 31/08/2008
01/07/2008 a 31/07/2008
01/06/2008 a 30/06/2008
01/05/2008 a 31/05/2008
01/04/2008 a 30/04/2008
01/03/2008 a 31/03/2008
01/02/2008 a 29/02/2008
01/01/2008 a 31/01/2008
01/12/2007 a 31/12/2007
01/11/2007 a 30/11/2007
01/10/2007 a 31/10/2007
01/09/2007 a 30/09/2007
01/08/2007 a 31/08/2007
01/07/2007 a 31/07/2007
01/06/2007 a 30/06/2007
01/05/2007 a 31/05/2007
01/04/2007 a 30/04/2007
01/03/2007 a 31/03/2007
01/02/2007 a 28/02/2007
01/01/2007 a 31/01/2007
01/12/2006 a 31/12/2006
01/11/2006 a 30/11/2006
01/10/2006 a 31/10/2006
01/09/2006 a 30/09/2006
01/08/2006 a 31/08/2006
01/07/2006 a 31/07/2006
01/06/2006 a 30/06/2006
01/05/2006 a 31/05/2006
01/04/2006 a 30/04/2006
01/03/2006 a 31/03/2006
01/02/2006 a 28/02/2006
01/01/2006 a 31/01/2006
01/12/2005 a 31/12/2005
01/11/2005 a 30/11/2005
01/10/2005 a 31/10/2005
01/09/2005 a 30/09/2005
01/08/2005 a 31/08/2005
01/07/2005 a 31/07/2005
01/06/2005 a 30/06/2005
01/05/2005 a 31/05/2005
01/04/2005 a 30/04/2005
01/03/2005 a 31/03/2005
01/02/2005 a 28/02/2005
01/01/2005 a 31/01/2005


LIVROS



EM BREVE



Visitantes únicos desde 15/01/2005
Site Meter Add to Technorati Favorites

XML/RSS Feed
O que é isto?

Leia este blog no seu celular


Ano retardado feito coiote bêbado.

De Edson Aran.


Por Alce Cinzento, Grande Crítico Nação Sioux

Antigamente, Alce Cinzento sempre descer pradarias ancestrais sioux para assistir grandes filmes homem branco. Filmes Fellini, Godard ou Jean Resnais. Hoje Alce Cinzento preferir ficar em tenda e trocar sinais fumaça. Sinal fumaça ser Twitter nação sioux. 

Mas Alce Cinzento ver alguns filmes este ano. Alce Cinzento fazer balanço 2010. Ano começar muito mal com "Lula, o Filho da Luta". Produção fingir ser cinema, mas ser apenas filme publicitário família Barreto de língua bifurcada. Alce Cinzento achar filme fétido como urina de gambá. Alce Cinzento não perder tempo com isso.

Algumas luas mais tarde, Alce Cinzento ver "Sherlock Holmes". Filme ser boa matinê, mas roteiro retardado feito Coiote Mentecapto. Coiote Mentecapto grande especialista em marketing Nação Sioux. Depois ter "Lobisomem". Filme ser prova homem branco não dever mexer filme clássico. Benício Del Toro ser pior ator história humanidade. Benício Del Toro só ser melhor Nicolas Cage. Nicolas Cage pior ator história universo. Anthony Hopkins ser bom ator quando querer. Quando não querer, ser pior que Urso Canastrão. Urso Canastrão ator shakespereano Nação Sioux. 

"Homem de Ferro 2" ser horrível feito briga lobo faminto e puma com cria. Roteiro mais retardado que "Lula, o Filho da Luta". E ser pior uso de uma Scarlet Johansson que alguém jamais fazer no cinema. Aí ter "Prova de Morte", filme Quentin Tarantino que ficar três anos mofando prateleira distribuidora brasileira. Tarantino fazer filme Russ Meyer melhor que Russ Meyer. Filme melhor que "Bastardos Inglórios". "Bastardos Inglórios" ter roteiro mais malandro que "Lula, o Filho da Luta". Dois filmes manipular história pra ganhar dinheiro fácil. 

Mas mulheres filmes Tarantino muito melhores. Mulheres mais gostosas que bela Flor de Obsessão. Flor de Obsessão maior gata Nação Sioux. Flor de Obsessão dar Gambá Depressivo, Águia Esquizóide e Lesma Psicossomática. Flor de Obsessão dar todo mundo, só não dar Alce Cinzento. Flor de Obsessão cadela ordinária. Vida sexual Alce Cinzen to mais chata que filme novo Woody Allen. Woody Allen virar velho depressivo sem humor. Alce Cinzento não ter mais saco Woody Allen. 

"Ilha do Medo" ser bom suspense. Martin Scorsese imitar Hitchcock. Leonardo Di Caprio imitar James Steward. Alce Cinzento achar um dos melhores filmes do ano. Di Caprio também estar "A Origem". Alce Cinzento lembrar com saudade "2001", de Kubrick, "Solaris", de Tarkovsky, e "Planeta dos Macacos", de Schaffner. Ficção científica pra ser boa ter que ser pretensiosa. Por isso, Alce Cinzento gostar "A Origem". Filme ser tão pretensioso que até agora Alce Cinzento não entender nada. 

Alce Cinzento não assistir "A Rede Social" e odiar quem assistir. Filme poder ganhar Globo de Ouro, filme poder ganhar Oscar, filme poder ganhar Nobel. Alce Cinzento não ver. Alce Cinzento não assistir filme baseado em Facebook pra não estimular cinema americano fazer filme baseado Orkut.

Edson Aran é cronista do Blônicas.

Escrito por Blônicas às 17h03
[]


Risque meu nome do seu Orkut.

De Xico Sá.

 

Você amigo, você fofolete, acaba o casamento, o romance, a novela, o amancebamento, o caso, o rolo, mas continuam acompanhando a vida do(a) ex no Orkut,no Facebook, nas redes sociais mais intimistas.

Um desastre. Podendo evitar, meu caro, minha princesa, evitem. Corra fora rapaz, corra, Lola, corra. Aproveitem que os laços foram cortados no plano real e passem a régua também nas espumas da virtualidade.

O mais é sofrimento à toa, reacender a fogueira do ciúme, masoquismo, perversão, sacanagem. Um risco que não vale mesmo a pena. Depois não digam que foi por falta de aviso. 

Qualquer recado ou post, mesmo os mais inocentes ou sem propósito, vira um inferno na terra. Para completar, tem sempre alguém mais sacana ainda e entra no jogo, só por ruindade, dando linha na pipa da maldade.

Prefira não, amigo, caia fora mesmo, Lola.

Não adianta nem tentar dizer que não liga, que é apenas virtual, que leva na buena, que acabou tudo bem e que é civilizadíssimo. Melhor evitar aperreios no juízo.

Você já prestou atenção, meu jovem, na fartura de tragédias amorosas que tiveram como espoleta da discórdia um simples comentário na Internet, uma foto sensual no Orkut, uma alteração no status do relacionamento?

E tem outra: precisa ser muito tranqüilo para não ficar fuçando a vida do(a) entidade chamada ex. Quem resiste ai levante o dedo.

Melhor evitar o brinquedo assassino chamado ciúme, esse satanás de chifre.

Sim, tem que ser forte para cair fora, para bloqueá-lo(a), para dar um tempo inclusive na amizade forçada –não há civilização no fim do amor, a barbárie e a selvageria sempre prevalecem.

Não basta o sofrimento mais do que real da ressaca amorosa? Basta.

Como recomendava a canção das antigas, risque o meu nome do seu caderno, pois não suporto o inferno, do nosso amor fracassado.

Ninguém segura essa onda. Claro que só uma minoria maluca chega à violência, ao inconcebível. A maioria, mesmo silenciosa, sofre horrores, se acaba, o velho pote até aqui de mágoa, como diria o xará Buarque, faça não, caia fora, faz bem para manter a sanidade.

Risque o meu nome do seu Orkut, diga ao Facebook que não estamos mais em um relacionamento sério...

 

Xico Sá é cronista do Blônicas.

Escrito por Blônicas às 16h33
[]


O sonho da causa própria

De Henrique Szklo.

Escrevi esse texto há alguns anos, mas acho que está bem atual.

Segundo uma velha máxima, deixar deputados e senadores decidindo o próprio salário é como deixar a raposa cuidando do galinheiro. Mas como não gosto de velhas máximas, resolvi tentar criar uma nova. Assinale sua preferida.

Então, deixar deputados e senadores decidindo o próprio salário é como:

(  ) Assaltantes decidirem como deve ser o sistema de segurança dos bancos.

(  ) Deixar o apostador decidir onde a bolinha da roleta vai cair.

(  ) Estelionatários serem os responsáveis pela confecção das artes-finais das cédulas de dinheiro.

(  ) Permitir que o condenado escolha sua própria sentença.

(  ) Os alunos poderem escolher suas próprias notas.

(  ) Deixar o torcedor decidir o resultado das partidas do seu time.

(  ) Autorizar os bancos a decidir os juros que vão cobrar (opa, isso já acontece!).

(  ) O contribuinte escolher o imposto que quer pagar.

(  ) O motorista poder escolher que placas de trânsito respeitar.

(  ) O consumidor ir numa loja e escolher o preço que quer pagar por qualquer produto (Qué pagá quanto?).

(  ) Deixar o Michael Jackson tomando conta de uma creche.

(  ) Ao passageiro for permitido escolher o horário que seu avião vai decolar.

(  ) O bebê escolher os pais que quer ter.

(  ) Ganhar duzentas vezes na loteria sem nunca ter comprado bilhete.

(  ) A gente escolher o país onde nascer. De preferência um que não tenha políticos tão salafrários.

(  ) O obeso decidir que alimento engorda e qual não.

(  ) Deixar o marceneiro decidir quando ele vai entregar o serviço.

(  ) Deixar o PT governar um país.

(  ) Um homem decidir quantos orgasmos ele consegue ter numa mesma noite.

(  ) O preguiçoso poder escolher quantos dias quer trabalhar na semana (essa não vale, porque os próprios deputados e senadores já fazem isso!).

(  ) A mulher poder decidir o tamanho do próprio peito e da bunda sem precisar de silicone.

(  ) Roubar a própria mãe. E ainda passar a mão na bunda dela com um sorriso malicioso.

(  ) Qualquer empregado normal decidir dobrar o próprio salário e informar ao patrão sem que ele possa fazer nada para impedir. Mesmo que o empregado em questão seja uma besta. Que seja tão incompetente e desonesto que mereça demissão sumária e por justa causa, sendo que em alguns casos até mesmo a cadeia.

(  ) Todas as alternativas acima e mais algumas que não deu tempo de pensar.

Henrique é cronista do Blônicas e quer aumento de salário.
Visite seu
site, o fotoblog de camisetas autodestrutivas,  o Instituto Henrique Szklo e seu twitter

Escrito por Blônicas.. às 17h48
[]